Mudar dói

IMG_7974.JPG

Quando a gente deseja transformar algo em nossas vidas e começamos a trabalhar para isso, despertamos sentimentos diversos em quem está ao nosso redor. Mudanças assustam. Sejam elas de país, sejam elas de conduta. E nós, seres humanos tão complexos e incompletos, queremos (mesmo que silenciosamente) que a nossa mudança seja validada pelos outros, pelos nossos. Sim, buscamos, mesmo na idade adulta, a aprovação das pessoas. Que cilada.

Nossos sonhos são só nossos. Nossas metas são só nossas. Esperar qualquer coisa do outro é uma armadilha para não realizar o que desejamos para nós mesmas.

Se você deseja algo, faça. Mesmo que leve tempo.

Se você deseja mudar alguma coisa, mude. Mesmo que pareça impossível.

Se você deseja, aprecie esse desejo, cuide dele, cultive-o. Estamos nos esvaziando de vontades e isso é muito triste.

Seus sonhos não precisam ser importante para ninguém, além de você mesmo.E é esse entendimento que transforma. Porque quando você faz, realiza, consegue, a energia de motivação e inspiração transborda. Toca os outros, transforma as opiniões e também os comportamentos.

É solitário? Claro que é!

É duro? Também.

Mas a mentira que te contaram é que seria fácil. Não é.

Qualquer transição leva tempo, mas ela começa na gente.