A garantia é você.

CI4A6535_preview.jpeg

A promessa de uma vida leve, onde pássaros nos despertam pela manhã, saudamos o sol com ássanas de yoga, tomamos um café da manhã com a dose certa de caboidratos e frutas da estação, nos sentimos motivadas apenas pela presença do sol lá fora e os desafios são sempre resolvidos com muito diálogo só existe no instagram ao lado. A vida real é caótica, é dura e nos faz, o tempo todo, questionar nossas mais profundas certezas. Quando temos filhos, a situação complica um "cadinho" mais por uma simples questão matemática: se cuidar de um é difícil, cuidar de dois não poderia ser mais fácil, correto? No entanto, atenção para algo importante: pais e mães não são pessoas melhores por encararem esse desafio. Até porque, em muitos casos, nos tornamos nossa pior versão diante de seres tão pequenos ao jogarmos neles nossas frustrações e incapacidades. E é aí onde eu quero chegar.

Crianças são a ponta mais frágil da relação. Sempre. A hierarquia da vida nos coloca numa posição de destaque, é verdade, mas a conquista do respeito, da cooperação e a criação de vínculo com essa ponta frágil, precisa ser estabelecida de uma outra forma, que não através do grito, da imposição, do castigo, porque (atenção, contém spoiler), isso não funciona. E você que está lendo isso e já se arma para me dizer que "você recebeu castigo e palmada e está aqui, tranquilo vivendo a sua vida", eu te devolvo: é essa a relação que você quer ter com seu filho? A gente precisa se melhorar como gente e o melhor jeito, o mais eficiente, vai ser através das nossas crianças. #parentalidadepositiva #equilibrioparental