Lição 5

L1005529.jpg

Acabou. Última lição. Espero que vocês tenham gostado. Dá para falar por horas sobre cada uma das lições, mas o instagram não permite. Me conta você sobre as suas lições nessa jornada do parentar e vamos dividir esses aprendizados? Bom, aí vai a quinta lição: PARECE PIEGAS, MAS O AMOR CONSTRÓI MAIS DO QUE A VIOLÊNCIA. Precisamos acreditar nisso quando somos acordados com notícias estarrecedoras. Precisamos acreditar nisso quando diante de nós, existe a possibilidade de eleger um presidente que, de cima de um trio elétrico diz que vai "metralhar" pessoas do partido adversário. Precisamos acredita nisso naqueles dias em que dá vontade de punir, colocar de castigo e também, desistir. Precisamos lembrar disso, naqueles dias em que mentiras forem contadas e você se sentir traída como mãe. Precisamos lembrar disso quando estivermos cansados, frustrados, sem grana. Precisamos lembrar disso quando estivermos com medo, desesperançosos. Precisamos lembrar disso, quando eles falharem e precisamos lembrar disso quando falharmos também. O amor é uma arma potente que ensina sobre ser gente.

Ficamos olhando pelos olhos dos pais que tivemos, buscando adaptar nossos filhos para eles cabaibam nos moldes que nos foram ensinados, mas a gente pode se atrever a fazer diferente. A gente não precisa querer ensinar pela dureza, pela raiva. Claro que dá mais trabalho investir o tempo em dialogar, em olhar para o outro com toda a complexidade que o outro tem, mas é seu filho. Vale a pena. E dar amor não quer dizer ser bonzinho e passar a mão na cabeça. Da amor significa respeitar, acolher, ceder, guiar. Dar amor significa estar conectado, ligado. Dar amor significa ver voar, abrir espaço. Dar amor significa permitir que o outro seja. #parentalidadepositiva #equilibrioparental #diálogosfamilares