Aprender Brincando

João está no segundo ano escolar e, do auge dos seus 8 anos, uma das coisas que ele mais sente falta é do seu tempo para brincar. Não, eu não estou exagerando. A verdade é que nossas crianças começam a se despedir do brincar cada vez mais cedo e a escola é uma das grandes responsáveis por acelerar esse processo. Quando mudamos de São Paulo para o interior de Minas, uma das coisas que mais sentimos foi a diferença de escolas. João saiu de um ambiente livre e criativo, para uma sala de aula asséptica e rígida. Era o melhor que podíamos oferecer naquele momento e assim foi – mas o meu menino de então 7 anos deixou de ter um recreio de uma hora para ter um intervalo de 15 minutos. Na vinda para Brasília, isso mudou um pouco, mas só um pouco. A nova escola permite que as crianças “descansem” por 40 minutos, numa quadra de concreto. :(

Sei que é difícil equalizar a questão de responsabilidades x liberdade à medida que os pequenos vão crescendo, mas por que brincar não pode ser parte do processo de aprender? Por que não acreditar nos processos lúdicos depois do jardim de infância? Essa questão é tão séria que no Reino Unido as escolas criaram o dia da sala de aula vazia. E o recado é simples: saiam, vão brincar lá fora, ao ar livre. Desse jeito vocês também podem aprender. A iniciativa ganhou espaço, virou campanha global e agora chega ao Brasil, com o apoio da marca OMO e da ONG Cidade Escola Aprendiz, que está ajudando a mobilizar as escolas por aqui.

No próximo dia 6, acontece o Dia do Aprender Brincando e a ideia é tirar os alunos da sala de aula e promover o aprendizado através de brincadeiras. Imagina falar sobre matemática, história, geografia, ciências e literatura usando como cenário o mundo que as crianças habitam? Imagina tratar as matérias como parte real da vida das crianças e não algo distante que acontece nos livros? Imagina aprender brincando?

Esse post é um convite. Uma tentativa de trazer mais mães e pais para essa conversa e fazer o assunto, tão urgente, chegar até a diretoria das escolas. Não vou conseguir um novo planejamento pedagógico, mas se conseguirmos transformar um dia de escola em uma experiência inesquecível, já vai ser maravilhoso. <3

Ainda dá tempo da escola da sua filha e do seu filho participar, de você participar, propor uma atividade, ver isso acontecer de perto. No site do projeto tem mais informações: www.diadeaprenderbrincando.org.br  – e também no www.sesujarfazbem.com.br. Ah! Quem me chamou para essa conversa foi a Aurea Gil, do @pacmae e eu faço o convite para ouvir a Juliana Doerner, do @gemelares. #nodramamom #DiaDeAprenderBrincando  #LivreParaDescobrir #publi