What's?

Mães não são seres imaculados. Ser mãe não transforma ninguém em santo. Pelo contrário, até. No entanto, ter filhos é um excelente caminho para tentar ser mais humano. Através dos filhos, temos a chance de sermos mais gentis, mais educados, mais generosos. Afinal de contas, existe um outro ser que depende da gente para ser uma pessoa gentil, educada e generosa.

 

 

Na teoria é fácil falar sobre respeito ao próximo, solidariedade, respeito às diferenças políticas, sociais e de gênero, mas basta uma mensagem no grupo de WhatsApp, onde você também tem a chance de colocar tudo isso em prática, para que mães, pais e amigos se mostrem nada solidários.

 

Não é fácil ser bacana. É mais divertido passar adiante um meme idiota, do que ser contra ele. É mais rápido se juntar para falar mal, do que para fazer o bem. Parece ser mais admirável corrigir a tarefa de português do que o comportamento dos filhos. Bom, não é.

 

Esquecemos que como pais, somos também espelho e que rede social e vida real é uma coisa só. Se você é um idiota virtual, pasme, você também é um idiota real.

 

Estou em três grupos de mães da escola, um para cada filho. Não é fácil administrar tantas diferenças, mas é uma excelente oportunidade para exercitar o respeito e tentar colocar minha opinião sem ofender ninguém, ser propositiva e jamais provocativa. Talvez eu ganhe algumas inimigas, mas vou continuar sem achar graça de piadas machistas e nem vou dar risada diante de imagens de desgraças, mesmo quando alguém jure de pé junto que é apenas bom humor. Acredito que um grupo de mães é algo poderoso e prefiro colocar minha energia no que é bom, mesmo me sentindo absolutamente sozinha algumas vezes. Perserverança é a palavra: para continuar, para educar e para mudar. #nodramamom