Prazer, Poliana

Sou uma otimista de plantão. Não consigo pensar no lado negativo das coisas, no que pode dar errado. Sou assim na vida, mas principalmente sou assim como mãe. Minimizo tudo que pode ser ruim, para um "não foi nada".

Isso vale para queda, arranhão, briga com irmão e até febre, porque não gosto de remédio. Vale para o que de fato me assusta, como engasgo, por exemplo e vale também para um simples quarto que está mais escuro e pode gerar algum medo. Sou da turma do "não precisa ter medo". Não precisa ter medo do escuro, não precisa ter medo de cair. Se cair, levanta e sacode a poeira, combinado? Não precisa ter medo desse barulho. Não precisa ter medo do cachorro, não precisa ter medo do ladrão. Mas se você tiver qualquer medo, não se preocupe porque eu vou estar aqui, bem ao seu lado. A gente se abraça forte e o medo vai passar. Prometo. Quer dizer, vamos tentar. O mais importante é enfrentar todos os medos que surgirem. Sempre.#nodramamom