Chegando

E nós mudamos. Deixamos São Paulo de maneira rápida, para não doer muito. Três crianças no carro, 7 horas de estrada e muita vontade de fazer essa nova vida dar certo.

A decisão de mudar não foi difícil, mas é claro que abrir mão de São Paulo não é fácil. Essa cidade é uma sereia: canta, encanta e te aprisiona. Faz com que você ache que precisa dela para viver. Faz com que você acredite que ali é o centro do seu mundo. Mas a gente estava disposto a quebrar esse feitiço e aqui estamos: Barbacena.

A primeira lição da cidade: ninguém faz mais de uma coisa ao mesmo tempo. Primeiro um, depois o outro. Tudo sempre com muita delicadeza, cuidado e olho no olho. Não se tem pressa. Para mim, mais do que uma lição, é uma bofetada na cara. Sou uma mulher que sim, faz muitas coisas ao mesmo tempo e espero, ou esperava que o mundo girasse na mesma velocidade. Mas por que mesmo? Não sei.

A segunda coisa é que meu cabelo esta incrível! A gente esquece como poluição faz mal para a pele, corpo e todo resto.

As crianças estão ótimas, se adaptaram na escola facilmente e João já percebe o sentido de tantas transformações. É lindo vê-las de coração tão aberto para o novo e segurando a onda de não estar numa casa ainda. Sim, imprevistos acontecem e a gente ainda não tem casa por aqui. Essa tem sido a minha missão e eu só sossego quando encontrar.#nodramamom